28
Jun 10


 

 

 

 

 

 

Nota:Uouuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu!!! Ficou com cara de tacho!!!!! hehehehhe

publicado por Pipoca às 19:30
06
Mai 10

Espero que gostem das imagens que se seguem...


E que possa compreender um pouco melhor


O AVATAR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nota: Cada vez se fazem coisas mais incríveis.... como as tecnologias avançam... a passos bem largos!!!!

22
Mar 10

O filme Avatar chegou a portugal... mas teve uma pequena alteração nas personagens....

Confira!
Nota: Ponham lá um sorriso bem rasgado...com este panorama até vale a gargalhada!!
12
Fev 10

Para quem adora filmes de acção...

Esqueça tudo o que já viu... pois acção mesmo... é neste Filme Indiano... qual Hollywood qual quê!!!

Não pode deixar de ver este pequeno excerto do filme Alluda Majaka (1995) com o megastar Chiranjeevi, dirigido por E.V.V. Satyanarayana.Bem...

 

 

Vai ficar de boquiaberto tal como eu fiquei....

 

 

Confira o Vídeo!

 

 

 

Nota: Eu não disse que ia ficar de boca aberta... bem... na india os carros saltam e tudo... muit a frente... e o protagonista.... uauuuuuuuuuuuu!!!! lol

21
Jan 10

 

Veja os cartazes e escolha o filme...

E corra até ao cinemo mais próximo de si!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nota: Sem palavras... mortinha para ver estes filmes... vão ser um sucesso!!!! Hehheheheh

08
Set 09

Todos gostamos de ver filmes em que os Heróis... passam maus bocados, levam grandes tareias... parece que tudo está perdido, mas no final acabam sempre por vencer! E aliás o politicamente correcto sempre foi o bem triunfar sobre o mal. Contudo, muitas vezes é do vilão que mais nos lembramos, e é do vilão que mais gostamos! Eis uma lista de alguns desses psicopatas que tanto deram que falar!

 

 

Hannibal Lecter (O Silêncio dos Inocentes; Hannibal; Dragão Vermelho; Hannibal - A Origem do Mal): O ícone de todos os psicopatas.

          A personagem de Ted Levine no filme já era bizarra, mas sinceramente, Anthony Hopkins marcou a barra com a sua representação dos serial killers psico/sociopatas com a sua interpretação do inteligente doutor bourjois que se dedica à cozinha fina nas suas horas livres. O que seria louvável, se não fosse pelo pequeno detalhe de comer carne humana em vez de vaca.



John Doe (Sete Pecados Mortais): Não há dúvida de que Kevin Spacey tem imenso jeito para vilões discretos, daqueles que parecem inofensivos até se revelarem.

          O seu papel no filme de David Fincher marcou desde a sua aparição no filme, há anos, e continua a ter tanto impacto agora como na altura. A sua alienação, indiferença, crueldade e convicção fazem dele definitivamente um vilão muito arrepiante.



Freddy Krueger (Pesadelo em Elm Street): O clássico de Wes Craven, o assassino inspirador de pesadelos, literalmente (mesmo fora do filme), interpretado por Robert Endlung.

          O monstro desfigurado pelas chamas com a sua camisa às riscas, chapéu e “garras” muito compridas que invade os teus sonhos para melhor te aterrorizar e te matar no teu sono. Assustador não é? Como é que podemos escapar aos nossos pesadelos?



The Joker (Batman): É definitivamente o vilão que mais dá a volta ao cérebro de Batman.

          Heath Ledger mostrou-nos de forma brilhante o autêntico palhaço psicopata e anárquico que é, imprevisível e louco até aos extremos, com uma cara muito mais «impressionante do que os antigos que era maquilhagem e sorriso forçado... Entre as histórias de como tinha arranjado as cicatrizes, até ao disfarçar-se de enfermeira, havia material mais do que suficiente para sermos apanhados de surpresa pela demência.



Darth Vader (Star Wars): Outro clássico no mundo dos vilões.

          Darth Vader é a origem literal para aqueles que foram arrastados para o lado negro da força. E se não bastasse ao seu aspecto negro, imponente e impessoal devido à máscara, o facto de nos poder matar só com o pensamento sem mais nem menos, juntem a isso a completa falta de remorsos e o respirar asmático e doentio, e obtemos um dos vilões mais carismáticos do cinema.



Mr. Patrick Bateman (American Psycho): Alguma vez um sociopata ambicioso e narcisista que trata do seu corpo como se fosse o último modelo da Ferrari no valor de milhões e que não sente nada para além da raiva que mostra quando perde o controlo nas suas matanças lunáticas, e que nunca fugirá da falsidade do seu mundo corporativo, poderia não ser mencionado? Faca, arma, motosserra, máquina de pregos, machado… é ao gosto do freguês.



The Terminator (Exterminador Implacável): O exterminador é e será sempre o papel mais marcante e relembrado de Arnold Schwarzenegger, assim como uma constante no universo dos vilões visto que o franchise ainda continua a dar.

          Ele bem tinha dito «I’ll be back», e volta sempre. E o que faz do exterminador um vilão à parte, obviamente o facto de ser feito de metal, se psicopatas já são aberrantes. Um robô que não morre apenas com tiros ou decapitações está num nível completamente diferente.



Jack Torrance (The Shining): Os filmes de Stanley Kubrik são sempre obras de arte cinematográficas, mas “The Shining” está definitivamente no podium dos filmes de terror e a loucura na performance de Jack Nicholson certamente ainda provoca pesadelos em muitos, mesmo após anos e anos. Um clássico que não deixa de ser homenageado ainda hoje um pouco por todo o lado.



Bill (Kill Bill): Canon! David Carradine pode não ter aparecido muito no primeiro volume, mas valeu a espera pelos seus monólogos no final do segundo...

          Mostrou perfeitamente e de forma minimalista e controlada o quanto Bill era cruel, controlador e sádico. Retorcido, sim, mas bem sufisticado.



Stansfield (Léon): Um dos polícias mais estranhos que já se viu. Desde as suas conversas descabidas à linguagem corporal, não há dúvida de que a esfera moral de Stanfield perdeu uns quantos parafusos pelo caminho.

          Se aquele ritual antes da matança de tomar um comprimido, em que se torce e estala, não é das cenas mais bizarras que viram, então não sei… Não há dúvida de que o grande Gary Oldman é perfeito para os vilões de Luc Besson, o Jean-Baptiste Emanuel Zorg também é uma peça e peras.


 

Nota: Se gostam de outros vilões...  É favor dizer!!!!


Também no XptO

Participar

Participe no XptO

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais comentados
Últ. comentários
Assim até eu ia fazer desentupimentos contente kkk...
LOL, assim vale a pena ser canalizador :Djá agora,...
Gostei nuito
Gostei nuito
Situações destas não são irreais, podem sempre cau...
Pesquisar
 
blogs SAPO